O Boletim do Leite de julho está disponível no site!

Cepea, 20/07/2021 - Nesta edição, confira:

 

Preço ao produtor deve permanecer em patamares elevados em julho
De acordo com as pesquisas realizadas pelo Cepea (Centro de Estudos Avançados em Economia Aplicada) da Esalq/USP, o preço pago ao produtor de leite atingiu a quarta alta consecutiva em junho, fechando a “Média Brasil” líquida em R$ 2,201/litro, aumento de 7,5% em relação ao mês anterior (valores reais deflacionados pelo IPCA de jun/21). E as expectativas sobre o leite captado em junho e pago ao produtor em julho apontam para nova elevação, em torno de 5%. Leia mais.

 

Oferta limitada no campo impulsiona cotações de lácteos em junho
A forte concorrência entre laticínios para assegurar a compra de leite em um contexto de oferta limitada no campo impulsionou os preços dos derivados lácteos em junho. De acordo com as pesquisas do Cepea, realizadas com o apoio da OCB (Organização das Cooperativas Brasileiras), as cotações de leite UHT, leite em pó (400g) e queijo muçarela negociadas no atacado de São Paulo registraram médias de R$ 3,56/litro, R$ 28,42/kg e R$ 24,70/kg, respectivamente, em junho, altas de 8,6%, 2,6% e 16,1% frente a maio, em valores reais (deflacionados pelo IPCA jun/21). Leia mais.

 

Valorização do dólar impulsiona exportação no 1º semestre de 2021
No primeiro semestre de 2021, os embarques de produtos lácteos somaram 21,1 mil toneladas, 45,6% acima do volume escoado no mesmo período de 2020 e 16,7% superior ao do segundo semestre de 2020. Esse cenário esteve atrelado especialmente à valorização de 9,4% na moeda norte-americana no primeiro semestre deste ano em relação ao mesmo período de 2020. Os produtos lácteos mais exportados pelo Brasil foram o leite em pó e o leite condensado, representando por 23% e 21%, respectivamente, do total escoado pelo setor de janeiro a junho. Leia mais.

 

Custo da pecuária leiteira sobe 11,49% no primeiro semestre de 2021
O Custo Operacional Efetivo (COE) da pecuária leiteira registrou alta de 0,5% em junho na “Média Brasil” (BA, GO, MG, PR, RS, SC e SP), refletindo as valorizações dos adubos e da suplementação mineral durante o mês. Para os suplementos minerais, a alta dos preços na “média Brasil” foi de 5,19% em relação a maio. No primeiro semestre de 2021, o custo de produção da pecuária leiteira acumulou alta de 11,49%, influenciado, principalmente, pela valorização dos grãos e alta do câmbio, que, por sua vez, encarece os insumos produzidos com matéria-prima importada. Leia mais.

 

voltar
Preencha o formulário para realizar o download
x
Deseja receber informações do Cepea?

Digite este código no campo ao lado